Meu cabelo é cinza, o dela é cor de abóbora…

Foi na sexta em meio a muitas velhinhas tomando champanhe de R$ 350,00 e jovens de havaianas que assisti a um show que estava na minha listinha de prioridade desde sempre, ou desde que me apaixonei pelo Chico.

É impressionante o que a presença dele faz, deixa todo mundo com a mão no queixo, suspirando, até os machões gritam “LINDO!” sem vergonha nenhuma. E a cada música tocada me fez pensar na época delas, de cada uma, das histórias que elas carregam.

Quero que o sr. Chico Buarque viva muitoooos anos e ainda faça muitos discos e turnês, claro, afinal, vê-lo só uma vez é pouco. Ele é demais. 🙂

<3³

Anúncios